2 minutos O ano de 2017 foi marcado pela partida de diversas celebridades do mundo da música, e alguns destes falecimentos reacenderam as discussões sobre a saúde mental nos tempos atuais – como no caso do suicídio do cantor americano Chris Cornell, das bandas Soundgarden e Audioslave. Relembramos abaixo cinco cantores que faleceram em 2017 e deixamos nossa homenagem ao importante legado dos artistas. 1) Chris Cornell Christopher John Boyle, ou apenas Chris Cornell, foi um dos fundadores e grandes ícones do movimento grunge Continue lendo

2 minutos Todos os anos, muitos artistas dos mais diferentes segmentos encerram seus ciclos de vida deixando para seus fãs saudades e também um grande e importante legado. Em 2017, muitas destas pessoas transformadoras também partiram. Relembre conosco o trabalho e a trajetória de cinco astros internacionais que faleceram em 2017. Jerry Lewis Considerado um dos maiores astros do cinema, o ator, diretor, roteirista e comediante Jerry Lewis faleceu em agosto de 2017 aos 91 anos de idade. Suas famosas comédias retratadas em filmes, Continue lendo

2 minutos Sabemos que a tecnologia nos conecta cada vez mais às diversas e numerosas possibilidades destinadas a facilitar nosso dia a dia. No entanto, ela agora também permite uma conexão entre quem já partiu e amigos, parentes e até mesmo fãs. O meio utilizado é o QR Code. Bastante utilizados em promoções e ações de marketing, são códigos de barras em formato 2D, e que podem ser lidos e escaneados por basicamente todos os celulares mais modernos através de aplicativos específicos. Por meio Continue lendo

2 minutos O Cemitério da Consolação, localizado na região central da capital paulista, é um verdadeiro museu a céu aberto. Além das homenagens – como velas, coroas de flores e orações – ali deixadas diariamente por amigos, familiares e até mesmo admiradores das pessoas enterradas no local, centenas de obras de artes fazem parte do acervo da necrópole inaugurada em 1858. Arte tumular no Cemitério da Consolação Personalidades como Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Marquesa de Santos e Monteiro Lobato Continue lendo

menos de 1 minuto Um costume que atravessa gerações – e que vem sido gradualmente combinado a outros hábitos – o uso de trajes na cor preta em velórios e enterros é uma tradição antiga. A roupa preta em funerais divide espaço hoje com cores claras (é comum ver cada vez mais pessoas optando pelos trajes totalmente brancos em cerimônias do tipo) e também com trajes personalizados, como camisetas com a foto de quem se foi. Mas, afinal, de onde vem esta prática? Roupa Continue lendo

2 minutos O funeral de amigos e parentes é de fato um momento de bastante tristeza, saudade e consternação. Comparecer ao velório é uma forma de estar perto de quem se foi, se despedindo com carinho e respeito. É também uma maneira de oferecer amparo e ajuda para os familiares que ficam, e que precisam tanto do suporte das pessoas queridas neste momento. É comum que as pessoas muitas vezes fiquem confusas sobre o que levar a um velório, como agir nesta ocasião e Continue lendo

2 minutos Existem diversas versões e histórias sobre a origem do velório. Em geral, estas descrições históricas mostram que os velórios surgiram após o costume de enterrar ou sepultar mortos, e por algumas possíveis razões curiosas. Costume pode ter surgido na Idade Média Fontes históricas demonstram que esse tipo de ritual tenha origem na Idade Média, por conta do hábito de ingestão de bebidas em copos de estanho. A mistura do álcool e do metal poderia causar efeitos colaterais com aspectos de narcolepsia (sono Continue lendo

2 minutos O costume de velar os mortos é bastante comum no Brasil, nas mais diversas religiões e crenças. A origem deste hábito – falando de modo global – não é exatamente conhecida, mas existem diversas versões históricas reforçando que o costume pode ter surgido de fato na Idade Média. Naquele tempo, as pessoas tomavam as suas bebidas alcoólicas em recipientes feitos de estanho, metal que causa reações químicas ao entrar em contato com o álcool. Como efeito, os indivíduos podiam cair em sono Continue lendo

2 minutos O Dia dos Mortos mexicano, ou Dia de Los Muertos, é bastante conhecido em todo o mundo. Tradicional no país, a celebração inspira várias outras culturas, que se espelham nos costumes mexicanos para criar eventos, decorar a casa, e até mesmo realizar festas temáticas. Mas afinal, qual a conexão de uma data que, a princípio, é triste e melancólica, com festas e comemorações? Dia dos Mortos no México: nada de tristeza Diferente da forma como diversas culturas locais tratam a morte e Continue lendo

2 minutos De onde vem o costume de criar locais específicos para o sepultamento de pessoas? Os primórdios da origem do cemitério remetem ao período pré-histórico: escavações arqueológicas identificaram o hábito de cobrir os mortos com pedras ou enterrá-los já naquela época. Mas o costume tinha um sentido diferente: os corpos em decomposição atraíam animais, colocando a vida das demais pessoas em risco. Porém, destinar um local para o sepultamento é um costume que vem dos hebreus, conforme citam diversas fontes históricas, e que Continue lendo